As Alianças de Casamento

Casal colocando alianças

O vestido perfeito, a confecção dos convites, as flores da decoração, o buffet ideal... São tantas as escolhas feitas na organização de um casamento! Porém, tão importante quanto esses detalhes é a escolha das alianças, afinal, elas representam a tão esperada união entre os noivos, não é mesmo?

Por sua tamanha importância, a procura pelo par que simbolizará o matrimônio não pode ser negligenciada, pelo contrário, deve ser priorizada, pois é a jóia que acompanhará o casal nessa nova fase de suas vidas.

Usar alianças foi a forma por nós encontrada de materializar sentimentos imaterializáveis como: o amor, o afeto e a cumplicidade de um casal. Uns dizem que os hindus foram os primeiros a utilizar a aliança de casamento; outros, que ela surgiu entre gregos e romanos. Além disso, os romanos acreditavam que no quarto dedo da mão esquerda passava uma veia diretamente ligada ao coração e, por isso, até hoje, é onde a aliança deve ser colocada.

Seja qual for a real origem da jóia, o fato é que a tradição persiste e a aliança, como grande representante do amor entre o casal, deve ser durável e resistente. Para isso, o metal escolhido para sua confecção é o ouro, o qual além de lhe conferir a durabilidade e a resistência necessárias, é também responsável pelo brilho e pela preciosidade desse símbolo.

Portanto, os noivos devem incluir a escolha das alianças entre os seus afazeres. São tantos os modelos existentes – foscas, anatômicas, quadradas, com diamantes... – que o casal, certamente, encontrará o par ideal e assim, só faltará o famoso “eu os declaro marido e mulher” para que a união seja totalmente formalizada.

Artigo enviado por
Reisman Joalheria
Alianças de casamento ou noivado, jóias e Pedras Preciosas
www.reisman.com.br

 

Mais sobre casamentos e noivas